Igreja católica reafirma seu compromisso no combate às drogas

06 de Março de 2024 Igreja católica reafirma seu compromisso no combate às drogas

A Igreja Católica reitera seu compromisso inabalável na luta contra o flagelo das drogas, uma batalha que vai além das esferas religiosas e abraça a consciência social. A Campanha da Fraternidade, ao eleger "Amizade Social" como tema principal em 2024, destaca a necessidade de fortalecer laços humanos e transformar a realidade para o bem comum. A mensagem central é clara: o respeito à vida e ao seu pleno desenvolvimento é essencial.

O texto-base da CF 2024 convoca à união, deixando de lado diferenças e antagonismos, para cumprir o mandamento de amor deixado por Jesus. Este amor fraterno implica em acolher, conhecer e valorizar o próximo como um irmão ou irmã. No entanto, são apontadas diversas situações que desafiam essa fraternidade, entre elas, o tráfico e uso de drogas, uma preocupação destacada tanto pela sociedade quanto pelas instituições governamentais.

A posição da CNBB é firme e inequívoca contra a descriminalização das drogas, como será novamente afirmado no julgamento do STF. Este posicionamento está alinhado com a postura do Papa Francisco, que identifica o uso de drogas como uma forma de degradação e defende a proteção da vida humana em todas as suas formas. Em contrapartida, a Igreja Católica está profundamente comprometida com a reabilitação dos dependentes químicos e a reconstrução dos laços familiares e sociais, através de iniciativas como a Pastoral da Sobriedade, as Fazendas da Esperança e a Missão Belém. Estas ações exemplificam o compromisso da Igreja em oferecer oportunidades para uma vida renovada, fundamentada na espiritualidade, no trabalho e na comunhão.

4545
333